Prolongue a vida útil ou aumente a capacidade de sobrecarga com características padronizadas para altas temperaturas.

O design dos transformadores é limitado pela classe térmica do sistema de isolamento sólido. Normalmente chamado de “elo frágil” do tempo de vida útil esperado do transformador, o envelhecimento do papel isolante (principalmente criado a partir de celulose ou celulose TUK) é diretamente impactado pela sua interação com o fluido resfriador dielétrico e da temperatura operacional do transformador. Além disso, não houve nenhum desenvolvimento técnico significativo nessa área desde a introdução e padronização da celulose TUK nos anos 60.

As normas internacionais que regem o projeto de transformadores em toda a indústria foram posteriormente escritas para acomodar um ponto quente de 95°C ou 110°C, com um aumento médio do enrolamento (AWR) de 55°C ou 65°C, para celulose e celulose TUK, respectivamente, para definir a expectativa de vida do transformador (definida como 20,55 anos conforme o guia de carregamento da IEEE).

Mas, agora, esse limite foi aumentado. E a indústria padronizou novas capacidades para temperaturas mais altas (para acomodar um aumento de 15°C a 20°C do ponto quente) permitindo que você obtenha mais do transformador, seja na capacidade de carga adicional, tempo de vida útil estendido ou pegada ecológica reduzida do transformador.

Muitas OEMs e concessionárias de energia estão usando o fluido FR3 e aproveitando as vantagens da sua capacidade para altas temperaturas (internacionalmente padronizada):

  • Economize com os custos iniciais sem sacrificar a confiabilidade
  • Projete transformadores com uma pegada ecológica menor mantendo a confiabilidade e a capacidade de carga.
  • Use transformadores do mesmo tamanho e, mesmo assim, aumente a capacidade de carga em até 20% com a mesma expectativa de tempo de vida útil.

 

Vantagem do isolamento de altas temperaturas

Como validado pelos métodos de ensaios acelerados de normas internacionais, um sistema de isolamento com o fluido Envirotemp™ FR3™ pode operar em temperaturas até 20°C mais altas (em relação à quantidade equivalente de óleo mineral) mantendo a mesma expectativa ou estendendo o tempo de vida útil. Ou, as concessionárias de energia podem aumentar a sua capacidade de sobrecarga em até 20%. Em muitos casos, as concessionárias optam por fazer ambas as coisas, projetar seus transformadores para funcionar em até 120° para ganhar uma capacidade de sobrecarga e estender o tempo de vida útil do transformador.

Além disso, essa capacidade permite que o projeto dos novos transformadores exija “menos resfriamento”, até 20°C menos de resfriamento, resultando em transformadores com uma melhor relação custo-benefício. Esses transformadores menores podem usar menos fluido e materiais de construção oferecendo uma capacidade de carga igual ou maior.

A vantagem do isolamento com altas temperaturas funciona para transformadores de distribuição e de potência novos e aperfeiçoados.

Entre em contato com a nossa equipe de fluidos dielétricos para incluir essas soluções de boa relação custo-benefício e de melhor desempenho na sua rede.

Consulte a norma IEC 60076-14 ou IEEE C57.154 para o projeto, teste e aplicação de transformadores de regulagem, potência e distribuição imersos em líquido que usam sistemas de isolamento de altas temperaturas e operam em temperaturas elevadas. Publicado em 30 de outubro de 2012.

Recursos